DSCN9424

Victoria Mbigidde, Catherine Mloza 

Economists say that land, labor and capital are the key factors for production without which a farmer, small or large cannot do without. This is true and by far undisputed. However, over the past two decades, it is increasingly becoming apparent that knowledge is also a critical factor that can determine or affect in some way, agricultural productivity.

For arguments’ sake, as an example, let us consider a woman in a rural community in Africa, who cultivates maize on 1 acre of her family land. Her area is frequently hit by drought which causes her and others in her village to re-plant 2 to 3 times in a cropping season. In addition, maize does not do too well on the market. Her children, who are her major source of labor have all grown up and some migrated to the city, leaving her and her ill husband, more or less on their own. How does this woman diversify her farming in such a way that it becomes more profitable on the market and more resilient to a changing climate? In addition, what should she do to increase her productivity per unit area in spite of the labor reduction she has experienced? Can she grow crops that are more nutritious to feed her ill husband? Read More


Prof. Mpepereki

By Vanila Amadeu

Este foi o tema de destaque para o debate sobre Lições da comunidade para os programas de pesquisa para extensão universitária, alusivo à IV conferência do RUFORUM. Na sessão fizeram parte Estudantes, Docentes, entre outros que partilharam experiências das actividades em que já tiveram a oportunidade de participar.

Neste contexto, Emmanuel Kaunda, da Universidade de Agricultura e Re
cursos Minerais de Lilóngue, Malawi, falou da necessidade de reforçar a produção de peixe para a segurança alimentar e o marketing que se deve fazer dos produtores de pequena escala e os seus rendimentos agrícolas.
Read More


Washimgton - CABI

By Rogério Júnior

 

A conferência do RUFORUM que está a decorrer em Maputo vai ao seu segundo dia, e a melhoria da agricultura continua sendo o foco de toda a discussão. O Centro Internacional de Agricultura e Biociências- CABI, organização intergovernamental e sem fins lucrativos apresentou sua visão e missão no sector agrário numa sessão em paralelo com cinco outras que aconteciam simultaneamente.
“a missão é melhorar a vida das pessoas em todo o mundo, fornecendo informações e aplicar conhecimentos científicos para resolver problemas da agricultura e do meio ambiente”. Disse Washington Otieno, cordenador da CABI que na ocasião afirmou o maior comprometimento daquela organização em fazer a diferença para o futuro das pessoas na arena da alimentação.

Read More

%d bloggers like this: