RUFORUM discute soluções para mudanças climáticas e variabilidade de sistemas agrícolas em África


Ruforum

By Berta Madime

África e um dos continentes onde falar agricultura e falar da vida, do dia- a- dia e de grande parte dos habitantes do chamado berço da humanidade.Em África todos estão conectados a agricultura, seja alimentando-se dos produtos que dela provem ou praticando-a mesmo vendendo, em suma, todos estamos de alguma forma ligada a agricultura.
Neste âmbito uma das sessões do RUFORUM dedicou-se a descobri r maneiras de construir resistências no âmbito do risco das mudanças climáticas e variabilidade dos sistemas agrícolas, neste encontro não faltaram ideias de inovação na área agrícola, tal e o caso da plantação do chili da variedade Capsicum anuum para a produção de maiores rendimento no Mali, ainda nessa sessão foi deixado claro esta que as sementes para qualquer plantação devem ser de qualidade e claro em quantidade e que o financiamento e extremadamente necessário em qualquer projecto.


O ambiente abandonado que se pode encontrar em vários lugares de África onde não se faz absolutamente nada foi também trazido à tona neste encontro que deixou claro que mesmo em países onde os cereais são o produto agrícola mais consumido, como o Congo, a produção deste e demasiado baixa.Um problema que afecta grande parte de África e certamente o da falta de agua, problema que foi repisado por ser um dos grandes problemas quando se pensa em projetos de irrigação e pesquisas cientificas, foi portanto deixada clara a necessidade da mitigação da falta de agua em África.
Ainda deixou-se claro que a Segurança alimentar pode ser posta em risco pelas variações e mudanças do clima em África.
Na questão agrícola foi colocada a questão da degradação da terra e desflorestamento da mesma, no que concerne a Moçambique a UEM (Universidade Eduardo Mondlane) mostrou em seu estudo que na área de Mabalane no sul de Moçambique existem lugares que chegam a ate 90% de desmatamento ,as chamadas ”Mabalane desflorestada”.
Difícil e não ligar a agricultura a pecuária, neste âmbito houve lugar para dizer que o gado esta a ajudar na criação da riqueza no Ruanda e foi colocado, através do estudo apresentado por Sabine- Homann-Kee o problema de a província de Tete em Moçambique importar carne sendo que esta e produtora da mesma e do crescimento do preço do gado caprino em para o dobro durante um período de 5 anos.
A pergunta que ficou no ar durante a conferencia foi “Como as universidades podem ter maior intercambio com os agricultores? e como as Universidades podem usar os seus poucos recursos que possuem para conseguir este intercâmbio” pergunta esta que tem sido foco em todas as discussões da RUFORUM.
È de salientar que a quarta conferencia bianual do RUFORUM tem lugar em Maputo de 21 a 25 de Julho do ano em curso.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: