Tecnologia para o melhoria da agricultura – CABI


Washimgton - CABI

By Rogério Júnior

 

A conferência do RUFORUM que está a decorrer em Maputo vai ao seu segundo dia, e a melhoria da agricultura continua sendo o foco de toda a discussão. O Centro Internacional de Agricultura e Biociências- CABI, organização intergovernamental e sem fins lucrativos apresentou sua visão e missão no sector agrário numa sessão em paralelo com cinco outras que aconteciam simultaneamente.
“a missão é melhorar a vida das pessoas em todo o mundo, fornecendo informações e aplicar conhecimentos científicos para resolver problemas da agricultura e do meio ambiente”. Disse Washington Otieno, cordenador da CABI que na ocasião afirmou o maior comprometimento daquela organização em fazer a diferença para o futuro das pessoas na arena da alimentação.


De acordo com a mesma fonte, a CABI foi fundada em 1910 e tem vindo a trabalhar no aumento do acesso do conhecimento científico, criação de mudanças através de projetos de desenvolvimento que trabalham na melhoria da produtividade das culturas, combater pragas agrícolas e doenças microbianas, proteger a biodiversidade e proteger o meio ambiente.
“Nós apoiamos projetos de desenvolvimento rural que vão de alguma forma ajudar as pessoas mais pobres do mundo a crescerem saudáveis, capacitar as comunidades e melhorar a biodiversidade e meios de subsistência”, acrescentou Otieno apresentando, a seguir, um projecto denominado “Plantwise” que tem como lema “pouco desperdício, mais produção”. O projecto vai, durante o ano de 2014, alargar a segurança alimentar e a vida rural para o mundo.
CABI ParticipantsAté que ponto o projecto “Plantwise” pode ser importante e qual o papel das universidades? Está foi questão comum do público presente na sessão. A resposta à pergunta foi: “as universidades do mundo, em particular africanas tem aqui um papel importante para a catalisação de recursos humanos qualificados para a agricultura e uma das formas destas alcançarem este objectivo é, segundo a CABI, através da introdução de cursos agrários práticos que possibilitam aos estudantes conciliarem as teorias”.

Doutoramento em estudos de planta é, segundo Otieno, uma sugestão importantíssima no melhoramento da qualidade da produção agrícola. Entretanto, os estudantes formados neste campo serão capazes de pesquisar, analisar e criar estratégias de redução de ataques de doenças aos insumos agrícolas.

Para já, refira-se que a CABI é também editora de informação científica, especificamente para o campo das ciências agrónomas.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s